Arquivo da tag: II

PRIMEIROS SOCORROS

A reanimação cardiorrespiratória (RCR) deve ser feita por pessoas que tenham algum curso de primeiros socorros; no entanto, as pessoas leigas também fazem a diferença na hora de salvar a vida com parada cardíaca.

Em 2010, uma mudança radical foi feita no processo de RCP recomendado para vítimas de parada cardíaca depois que os estudos mostraram que a RCP feita somente com compressões (sem a respiração boca-a-boca) é tão eficaz quanto a abordagem tradicional.

Segue um exemplo da aplicação do métodos de RCP em um adulto.

 Aferindo os sinais vitais

  1. Do CPR on an Adult Step 1 Version 2.jpg
    Procure no local perigo imediato. Certifique-se de que você não esteja se arriscando ao administrar RCP em alguém inconsciente. Há fogo por perto? A pessoa está caída em uma estrada? Faça o que for necessário para levar você e a pessoa para um local seguro.
    • Se houver qualquer coisa que poderia causar perigo a você ou a vítima, veja se há algo que você pode fazer para combater. Abra uma janela, desligue o fogão, ou apague o fogo, se possível.
    • Porém, se não houver nada que você possa fazer para combater o perigo, mova a vítima. A melhor maneira de mover a vítima é colocando um lençol ou casaco abaixo das costas da pessoa e arrastando.
     Do CPR on an Adult Step 2 Version 2.jpg
    Verifique o estado de consciência da vítima. Bata gentilmente em seu ombro e pergunte “Você está bem?” de forma alta e clara. Se a pessoa responder, não é necessário fazer a RCP. Caso contrário, peça ajuda.
  2. Do CPR on an Adult Step 3 Version 2.jpg

    Peça ajuda. Quanto mais pessoas estiverem disponíveis para este passo, melhor. Contudo, você pode fazer isso sozinho. Peça a alguém ou ligue para o número de emergência.

    • Para entrar em contato com o serviço de emergência no Brasil, ligue 192. Ligue 911 nos Estados Unidos, 000 na Austrália e 112 na Europa e 999 no Reino Unido.
    • Indique a sua localização para a pessoa e diga a ela que você irá fazer uma RCP. Se você estiver sozinho, desligue o telefone e comece a fazer as compressões logo após. Se você tiver com outra pessoa, peça a ela para permanecer na linha enquanto você faz o procedimento na vítima.
  3. Do CPR on an Adult Step 4 Version 2.jpg
    Não verifique o pulso. A menos que você seja um profissional médico treinado, as chances são de que você irá gastar um tempo muito precioso procurando por um pulso quando você deveria estar fazendo as compressões.
  4. Do CPR on an Adult Step 5 Version 2.jpg
    Verifique a respiração. Ponha seu ouvido perto do nariz e boca da vítima e procure por uma respiração leve. Se a vítima estiver tossindo ou respirando normalmente, não faça uma RCP. Fazer isso pode causar uma parada cardíaca.

Método 2 de 4: Administrando a RCP

  1. Do CPR on an Adult Step 6 Version 2.jpg
    Ponha a vítima deitada de costas no chão. Certifique-se de que ela esteja numa superfície tão reta quanto possível – isso irá prevenir que ela se machuque enquanto você faz as compressões no peito.
  2. Do CPR on an Adult Step 7 Version 2.jpg
    Localize o apêndice xifoide. Posicione sua mão.
  3. Do CPR on an Adult Step 8 Version 2.jpg
    Coloque a segunda mão em cima da primeira, com os dedos entrelaçados.
  4. Do CPR on an Adult Step 9 Version 2.jpg
    Posicione seu corpo diretamente por cima das mãos, para que seus braços estejam retos e firmes.
    • Você deve pressionar numa profundidade de cerca de 5cm).
    • Faça as compressões em um ritmo relativamente rápido. Alguns cursos de primeiros socorros recomendam que você faça as compressões no ritmo do refrão da música “Stayin’ Alive”, sucesso da década de 1970, ou aproximadamente a 103 batidas por minuto.
      Do CPR on an Adult Step 10 Version 2.jpg
      Faça 30 compressões torácicas. Pressione com ambas as mãos diretamente acima do esterno para fazer uma compressão, o que ajuda o batimento cardíaco. As compressões torácicas são mais críticas para corrigir os ritmos anormais de batimento cardíaco (fibrilação ventricular ou taquicardia ventricular sem pulso).

      Método 3 de 4: Continuando o processo até a ajuda chegar

  1. Do CPR on an Adult Step 11 Version 2.jpg
    Diminua as pausas na compressão torácica que ocorrem quando há troca de socorrista ou ao se preparar para um choque. Tente limitar as interrupções para menos de 10 segundos.
  2. Do CPR on an Adult Step 12 Version 2.jpg
    Certifique-se de que as vias aéreas estejam abertas. Ponha sua mão na testa da vítima e dois dedos no queixo dela e incline a cabeça da vítima para trás para abrir as vias aéreas.
    • Se você suspeitar de uma lesão no pescoço, puxe a mandíbula para frente, ao invés de levantar o queixo. Se a elevação da mandíbula não abrir as vias aéreas, faça uma inclinação da cabeça e elevação do queixo.
    • Se não houver sinais de vida, ponha uma máscara de ventilação (se disponível) na boca da vítima.
  3. Do CPR on an Adult Step 13 Version 2.jpg
    3

    Faça duas respirações boca-a-boca (opcional). Os socorristas não mais consideram estas respirações necessárias para a RCP, já que a compressão torácica é mais importante. Se você tiver treinamento na técnica de RCP e estiver totalmente confiante, faça duas respirações boca-a-boca depois de ter dado 30 compressões torácicas. Se você nunca fez uma RCP antes, ou tem treinamento, mas está enferrujado, fique apenas com a compressão torácica.

    • Mantendo as vias aéreas abertas, leve os dedos que estavam na testa da vítima para o nariz dela e o feche completamente. Sele a sua boca na boca da vítima e solte o ar por cerca de um segundo. Certifique-se de soltar o ar levemente, pois isso irá garantir que o ar vá para os pulmões e não para o estômago.
    • Se o ar for para os pulmões, você deve ver o peito subir levemente e também sentirá ele descendo. Depois, faça uma segunda respiração boca-a-boca.
    • Se o ar não entrar nos pulmões, reposicione a cabeça e tente novamente. Se não entrar novamente, a vítima pode estar asfixiando. Faça compressões abdominais (Manobra de Heimlich) para remover a obstrução.
  4. Do CPR on an Adult Step 14 Version 2.jpg
    Repita o ciclo de 30 compressões torácicas. Se você também estiver fazendo respirações boca-a-boca, continue fazendo um ciclo de 30 comrpessões torácicas e 2 respirações.
    • Você deve fazer a RCP por 2 minutos (5 ciclos de compressões e respirações) antes de verificar se há sinais vitais.
  5. Do CPR on an Adult Step 15 Version 2.jpg
    Continue a RCP até que alguém venha trocar de lugar com você, ou o auxílio médico chegue, ou você esteja cansado demais para continuar, ou um desfibrilador externo automático esteja disponível para uso imediato, ou os sinais vitais retornem.

Método 4 de 4: Usando um DEA (Desfibrilador Externo Automático)

  1. Do CPR on an Adult Step 16 Version 2.jpg
    Use um DEA (Desfibrilador Externo Automático). Se houver um DEA disponível na área imediata, use o mais rápido possível para fazer com que o coração da vítima volte a bater.
    • Certifique-se de que não há poças ou água parada nas imediações do procedimento.
  2. Do CPR on an Adult Step 17.jpg
    Ligue o DEA. Ele deve ter comandos de voz que dizem a você o que fazer.
  3. Do CPR on an Adult Step 18.jpg
    Exponha completamente o peito da vítima. Remova quaisquer colares de metal ou sutiãs com peças metálicas. Procure por piercings no corpo ou evidências de que a vítima tenha um marca-passo ou um desfibrilador cardioversor implantável (deve ser indicado por uma pulseira médica).
    • Certifique-se de que o peito esteja absolutamente seco. Note que se a pessoa tiver muitos pelos no peito, você pode precisar raspá-los. Alguns kits DEA vêm com lâminas que servem a este propósito.
  4. Do CPR on an Adult Step 19.jpg
    Prenda as pás aderentes com os eletrodos no peito da vítima. Siga as instruções no DEA para o posicionamento das mesmas. Coloque as pás a pelo menos 2,5cm de distância de qualquer piercing de metal ou dispositivos implantados no corpo da vítima.
    • Certifique-se de que ninguém esteja tocando a pessoa.
  5. Do CPR on an Adult Step 20.jpg
    Pressione analizar na máquina DEA. Se um choque for necessário, a máquina irá notificar você. Se você precisar dar o choque na vítima, certifique-se de que ninguém esteja encostando nela.
  6. Do CPR on an Adult Step 21.jpg
    Remova as pás com os eletrodos e continue a fazer a RCP por mais 5 ciclos antes de usar o DEA novamente.

     Dicas

  • Você pode receber as instruções de como realizar a técnica de RCP de um operador de serviços de emergência se necessário.
  • Se você precisar mover a vítima, tente mover o corpo o mínimo possível.
  • Receba treinamento adequado de uma organização qualificada em sua área. O treinamento dado por um instrutor experiente é a melhor maneira de estar preparado em uma emergência.
  • Sempre ligue para o serviço de emergência médica.
  • Se você não puder ou não quiser fazer a respiração boca-a-boca, faça apenas a RCP com compressão na vítima. Isso ainda irá ajudar a vítima a se recuperar da parada cardíaca.

 Avisos

  • Lembre-se, se alguém não estiver sob os seus cuidados, você deve pedir permissão da vítima para ajudá-la. Se a vítima não estiver respondendo, a permissão é implícita.
  • Não mova o paciente a menos que ele esteja em perigo mediato ou em algum lugar que ofereça risco de vida.
  • Lembre-se que a RCP é diferente para adultos, crianças e bebês; esta RCP é feita para ser administrada em um adulto.
  • Se possível, use luvas e uma máscara, para diminuir o perigo de transmissão de doenças.
  • Se a pessoa estiver respirando, tossindo ou se movendo normalmente, não comece a fazer compressões no peito. Fazer isso pode fazer com que o coração pare de bater.

Eis uma demonstração de como pranchar uma vitima

TOUR PARA ESTRANGEIROS EM SP

Bom dia pessoal!

Hoje vou publicar um roteiro produzido por mim, solicitado pelo professor David, docente da matéria Turismo Global.

A proposta entregue pelo professor foi, um tipo de turista internacional embarca em São Paulo, e com isso, eu deveria produzir um roteiro onde ele faça algum circuito (passar de uma cidade para a outra), no meu caso os turistas são Italianos, na verdade, casais de 20 a 40 anos, sem nenhuma especificação do que eles gostam, portanto, usarei meu senso e os julgarei como um todo da sociedade, admiradores de uma boa cultura, culinária, vinho e claro, pizza.

Elaborando uma pesquisa sobre a história da relação Italianos e Brasil (Algo bem mais que finais de copa do mundo) usando mais especificamente a região sudeste, vi que eles são os cabeças da lista no quesito de imigração de pessoas naquela época de crise européia e colonização, no total foram 1.200.000 Italianos que chegaram, entre 1870 e 1907. Ainda sobre a pesquisa, descobri que os Italianos são os terceiros que mais visitam o Brasil, atrás dos Argentinos e Estado-unidenses.

*aplicarei algumas experiencias cujas quais compartilhadas comigo (e meu grupo de colegas do SENAC) pelo professor David, irei incluir uma dos vários tours que ele já contou, no caso, Cidade dos palcos* Segue aqui o meu roteiro.


CLIENTES: ITALIANOS, CASAIS DE 20/40 ANOS ESTADIA: 5 DIAS CIDADES VISITADAS – SÃO ROQUE, JUNDIAÍ, SÃO PAULO O QUE VÃO VISITAR? VINÍCOLAS, MUSEUS, TEATRO, SERRA CARACTERÍSTICAS DO TURISTAS CASAL DE 20/40 ANOS POSSÍVEL INTERESSE SOBRE CULTURA E CULINÁRIA LOCAL VINHO, PIZZA, CHURRASCO.

ROTEIRO:


PRIMEIRO DIA

– DESEMBARQUE NO AEROPORTO GRU

– VIAGEM DE UMA HORA NA RODOVIA BR-374

– CHEGARÃO EM TORNO DAS 3 HORAS AO HOTEL

– ADAPTAÇÃO AO CLIMA/HORÁRIO/SERVIÇOS DO INTERIOR – JANTAR AS 21 HORAS

6287331082_06efc7ec7b_z

©


SEGUNDO DIA EM SÃO ROQUE

VISITAS: VINÍCOLA BELLA AURORA

– ATIVIDADES A SEREM FEITAS:

. AS 9HS CAFÉ DA MANHÃ.

. AS 10HS TOUR PELA VINÍCOLA NO PERÍODO DA MANHÃ.

. AS 13HS ALMOÇO NO RESTAURANTE DA VINÍCOLA.

. AS 15HS UMA CURTA CAMINHADA ENTORNO DA VINÍCOLA.

. AS 15:30HS AMBOS CLIENTES VÃO PLANTAR UMA SEMENTE DE IPE NOS ARREDORES.

. AS 16:30 ELES VÃO A LOJA DA VINÍCOLA, CASO OS CLIENTES TENHAM A INTENÇÃO DE COMPRAR UM BOM VINHO.

. AS 18:45 VÃO SE APRONTAR PARA A VOLTA AO HOTEL.

. AS 19HS, VOLTA AO HOTEL.

. AS 20:30HS ONDE OS CLIENTES IRÃO JANTAR ACOMPANHADOS DE UM VINHO.dsc_0096flickr

©


TERCEIRO DIA EM JUNDIAÍ

. CAFÉ DA MANHÃ AS 9, COM QUEIJOS, FRUTAS E CAFÉ EXPRESSO.

. AS 10 HS É FEITO O CHECK OUT DO HOTEL.

. AS 10:15HS OS CLIENTES EMBARCAM NO TÁXI E DÊ LÁ SEGUEM A JUNDIAÍ, ONDE CHEGARÃO AS 11:30 NO HOTEL.

. AS 11:45 FEITO O CHECK IN, AMBOS ALMOÇAM EM UM SELF SERVICE, LOGO ENTÃO VÃO DIRETO A SERRA DO JAPI.

. AS 12:45 IRÃO CHEGAR A SERRA.

. AS 17HS OS CLIENTES VÃO USUFRUIR E PRATICAR O ECO-TURISMO, MANTENDO-SE CONSCIENTES E SEGUINDO O EXEMPLO DO GUIA LOCAL QUALIFICADO, ASSIM VÃO FAZER A TRILHA DO PARAÍSO (5 HORAS, ACOMPANHADOS DE MAIS 10 PESSOAS), ONDE O GRAND FINALE DA TRILHA É A CACHOEIRA DO PARAÍSO.

. AS 18HS UMA VAN VAI BUSCAR O GRUPO, ONDE AS 18:45HS O GRUPO DEVEM ESTAR DE VOLTA A “CIVILIZAÇÃO”.

. AS 19 HORAS OS CLIENTES CHEGARÃO AO HOTEL ONDE OS PRÓPRIOS IRÃO TOMAR UM BANHO E SE ARRUMAREM PARA UM BOM RODIZIO DE CARNES. (SKINA DA PICANHA OU ESTANCIA)

. AS 22HS ELES VÃO VOLTAR AO HOTEL. Sem Título-3

©


QUARTO DIA EM SÃO PAULO

. OS CLIENTES VIRÃO A ACORDAR AS 7:30, COMEM UM PÃO DE QUEIJO ACOMPANHADOS DE UM CAFÉ C/ LEITE PARTINDO DO HOTEL ATÉ O ESTACIONAMENTO SAINDO DE LÁ AS 8HS ELES SE DESPEDIRÃO DE JUNDIAÍ E SEGUIRÃO PARA O TEATRO MUNICIPAL, EM SÃO PAULO.

. AS 9HS (DEPENDENDO DO TRÂNSITO AS 10), OS CLIENTES CHEGAM NO TEATRO MUNICIPAL, PARA PARTICIPAREM DO CIDADE DOS PALCOS.

. AS 10HS ELES VÃO AO PÁTEO DO COLLÉGIO, ONDE É CONTEXTUALIZADO A ORIGEM DO TEATRO NA GRÉCIA ANTIGA.

. AS 11HS OS CLIENTES PODEM IR COM O GRUPO AOS LOCAIS – TEATRO ARENA, CENTRO CULTURAL DO BANCO DO BRASIL (OU DA CAIXA) . AO MEIO DIA, TODOS FAZEM UMA PAUSA PARA UM ALMOÇO EM UM RESTAURANTE.

. DENTRO DO ÔNIBUS ENQUANTO OS CLIENTES SE LOCOMOVEM, EXISTE INTERFERÊNCIAS DE ATORES ONDE OS MESMOS CITARÃO TEXTOS DO RENOMADO PLÍNIO MARCOS. (Dois Perdidos numa Noite Suja)

.NO FIM DESSA EXPERIÊNCIA, O GRUPO CHEGA A PRAÇA ROOSEVELT, REALIZANDO UM PEQUENO TOUR, QUE PODE ACABAR TENDO VISITAS AO:

– TEATRO DO ATOR, STUDIO HELENY GUARIBA, ESPAÇO PARLAPATÕES.

. AO CHEGAREM NO LOCAL DETERMINADO, OS CLIENTES SERÃO CONVIDADOS A PARTICIPAR DE UMA PEÇA, JUNTO DOS ATORES E SEUS COLEGAS DE VIAGEM, ONDE NO PRÓPRIO LOCAL IRÃO SE FANTASIAR TODOS AQUELES QUE QUISEREM ENCENAR.

. NO FINAL DA TARDE, OS CLIENTES APRESENTAM A PEÇA E SE DESPEDEM DO GUIA, VOLTANDO AO HOTEL E TENDO O QUINTO DIA LIVRE.

. NA NOITE PAULISTA, O GUIA TAMBÉM OFERECERÁ UM JANTAR EM UM RODIZIO DE PIZZAS EM UMA DAS MAIS DE 6 MIL PIZZARIAS DE SÃO PAULO.

1904249_349817061893007_7993941700898787091_n

©


QUINTO DIA EM SÃO PAULO

. SERÁ OFERECIDO DICAS PARA O DIA LIVRE, PARA QUE OS CLIENTES  A OPORTUNIDADE DE CONHECER A CULTURA DA CIDADE DE SÃO PAULO E SE ARRUMAREM PARA VOLTAR PARA A CASA.

*O GUIA ESTARÁ A DISPOSIÇÃO DOS CLIENTES*

8113548862_22db5caede_b

©


QUARTO DIA EM SÃO PAULO (PASSEIO ALTERNATIVO)

. OS CLIENTES VIRÃO A ACORDAR AS 7:30, ONDE AS 8HS ELES SE DESPEDIRÃO DE JUNDIAÍ E SEGUIRÃO PARA A CAPITAL ECONÔMICA DO PAÍS! SÃO PAULO.

. AS 9:30HS OS CLIENTES TOMARÃO UM CAFÉ EXPRESSO+PÃO DE QUEIJO.

. AS 10HS ELES IRÃO CHEGAR A AVENIDA PAULISTA, ONDE LÁ, VÃO SE ENCONTRAR NO MUSEU DA ARTE DE SÃO PAULO.

. AS 14HS OS CLIENTES IRÃO SAIR DO MASP E DE LÁ, VÃO PARA UM DOS DIVERSOS BARES DA AVENIDA PAULISTA, ONDE IRÃO COMER ALGO DE SUA PREFERÊNCIA.

. AS 15HS, ELES IRÃO AO ESPAÇO DE CINEMA CULTURAL (PATROCINADO PELO ITAÚ), NA RUA AUGUSTA, ONDE ACOMPANHARÃO UM FILME DE SUA PREFERÊNCIA.

. AS 19HS, OS MESMOS SE ENCONTRARÃO NO COMEDIANS. (BAR ONDE HÁ VÁRIOS SHOWS DE HUMOR)

. AS 23HS, VOLTARÃO AO HOTEL, E LÁ FICARÃO POR LÁ MESMO.Sem Título-3

©


Bom, com esse plano de viagem cujo qual montei em sala de aula, meus clientes deverão sair satisfeitos, afinal, apresentei um programa alternativo (um dia), que ele poderia facilmente utiliza-lo no dia livre.

Espero que vocês, meus leitores, e esses clientes novos tenham gostado do circuito SRJSP. (São Roque, Jundiaí, São Paulo). Estou sempre aberto a críticas, sugestões e elogios, desde que os mesmo venham com educação e respeito.

Até a próxima, meus monstrinhos. 🙂

LAZER NO INTERVALO

Eis aqui o evento feito pela nossa turma (Guia de Turismo), do SENAC Jundiaí, relembre a infância com brincadeiras e comidas dos anos 90/00

Foram duas semanas de preparamento, claro que não temos tanta noção para a realização de um evento, mas nos esforçamos bastante para poder oferecer um gostinho de infância para todos nossos colegas estudantes. Foi um sucesso, tendo cerca de 80% de aprovação, algo realmente animador para uma turma que realiza o primeiro (de muitos outros) eventos.

PESQUISA #1 ANA LIVIA, TURISMO

No inicio de tudo, lá na era das cavernas, os homens tinham apenas um modo de comunicação e locomoção.

Eles apenas se locomoviam com as longas caminhadas em busca de comida, e sua comunicação era através de desenhos e gestos.

Após a descoberta do fogo e invenção da roda, tudo começou a se desenvolver.

Claro que depois de vários milhares de anos tudo mudou, há 200 anos, um dos principais transportes de locomoção em massa era criado, a Maria fumaça, e hoje, isso já é algo a ser ultrapassado com os trens balas. Os automóveis que nos permitem a locomoção para qualquer lugar, não tem muito mais de 100 anos, a bicicleta projetada por Da Vinci também não passa de 200 anos. A Curiosidade do homem também nos permitiu voar, com balões e os principais meio de locomoção global, o avião, que nos permite chegar a lugares de forma rápida, questão de horas, o que a 500 anos, levavam dias e até meses.

 A comunicação por seu lado, também não ficou para trás, como citado, a mais ou menos 40.000 anos A.C., a arte rupestre transmitiam principalmente suas caçadas o que acontecia entre os homens; A invenção da escrita, as folhas de papiro (criado pelos Egípcios) que mantinham os registros permanentes de informações para as futuras gerações; Os telégrafos (1.300 A.C) que transmitia mensagens em longas distâncias, uma forma utilizada para transmitir a outras povoações, terras ou províncias a vitória numa batalha ou a declaração de guerra a uma delas, por exemplo. Em um passado mais recente, os jornais (séc. XVII) que mostravam e ainda mostram as noticias do dia, normalmente impressas em papel de baixo custo; O telegrafo elétrico inventado por Morse, inventou o modo de enviar mensagens codificadas a longas distâncias através do som (usadas por navios, submarinos entre outro), o instrumento que mostrou um grande futuro para as telecomunicações, o que nos leva ao rádio (fim do séc. XIX), um dos meios de comunicação mais utilizado no mundo, onde é levado informações e entretenimento para qualquer parte do mundo através de ondas magnéticas; o telefone que nos permitia a comunicação através do som, primeiramente chamado de “telégrafo falante”, é uma das principais ferramentas do homem ao decorrer da sua história. As invenções mais recentes, satélites, televisão e internet deram o maior passo a globalização, com informações, o que ajudou e muito o turismo sendo as principais cooperadoras para o desenvolvimento do mesmo.


Concluo que, a curiosidade do homem e a vontade de conhecer o mundo, tirar os pés do chão e chegar as nuvens, não só influenciou, como mudou as viagens como e várias outras atividades de prazer ao redor do mundo, as novas informações, as trocas de cultura, a velocidade da locomoção e da informação que chega em nossas mãos torna hoje, a evolução dos transportes e meio de comunicação, o principal contribuinte do turismo.