PATRIMÔNIO MATERIAL, IMATERIAL E NATURAL

Patrimônio Imaterial

Aqui eu tenho dois patrimônios (divido em várias fotos), e são duas bases e paredes da minha casinha de tijolo que segue firme e forte.

Família.
Família.
Betinho!
Betinho!
Alaíde e Paulo.
Alaíde e Paulo.
Vanderlei, Daniely e Myriam.
Vanderlei, Daniely e Myriam.
Akira Luciano!
Akira Luciano!
Berto e Hanaw.
Berto e Hanaw.
Célia, Paula e Matheus.
Célia, Paula e Matheus.
Paulo Gomes.
Paulo Gomes.
Gilberto, Matheus B., Thalita, Dri, Isabella, Vinicius.
Gilberto, Matheus B., Thalita, Dri, Isabella, Vinicius.
Myriam, Vanderlei, Mauricio, Valquiria, Alaide, Paulo Gomes Jr., Silmara, Valéria e Paulo Gomes.
Myriam, Vanderlei, Mauricio, Valquiria, Alaide, Paulo Gomes Jr., Silmara, Valéria e Paulo Gomes.
Fabiola, Daniely, Carolina e Silmara
Fabiola, Daniely, Carolina e Silmara
Alejandro, Pilar (não está na foto), Borja, Melanie e Ivan.
Alejandro, Pilar (não está na foto), Borja, Melanie e Ivan.
Hugo e Yolli.
Hugo e Yolli.
Myri, Mari, Jaime Jr, Daniely
Myri, Mari, Jaime Jr, Daniely
Família do Humberto e Roberto! Ivan, meu padrinho.
Família do Humberto e Roberto! Ivan, meu padrinho.
Coni, Cris, Fran, Myriam e Daniely
Coni, Cris, Fran, Myriam e Daniely
Alejandro!
Alejandro!
Alicia, Jaime Jr., Jaime, Maritza, Daniely
Alicia, Jaime Jr., Jaime, Maritza, Daniely
Natália e Daniely
Natália e Daniely
Paula, Jaime, Ignácio e Daniely.
Paula, Jaime, Ignácio e Daniely.
Grupo SENAC! Muitos daí são pessoas que deram um belo up na minha vida.
Grupo SENAC!
Denis, Ricardo, Rosana, Marjorie, Ana, Leandro, Beatriz, Diana, Danielle, Gabriella, Priscilla e Lucas.                          Muitos daí são pessoas que deram um belo up na minha vida.

Por que é um patrimônio?

Há 7 anos perdi um grande amigo meu, foi assassinado na frente de um super mercado. Daí pra frente, perdi e muito a vontade de fazer amigos, e etc. Mas aí, essas pessoas me acolheram, as conheci em 2011 (com rara exceção da minha família Brasileira, minha tia Maritza, Jaime e J.Jr, e meus avós chilenos), e eles foram muito importantes para que eu pudesse ser um novo alívio cômico em momentos tensos. São pessoas que me fazem muita falta por estarem longe, e que me fazem muito bem por estarem todos os dias por perto. 

Obs.: Faltam o Vitor, Sebastian, Oscar e o Luan.

Patrimônio Material

Error 404

Por que é um patrimônio?

Não creio que eu tenha um patrimônio material, quase tudo o que é material pode ser facilmente substituído.

Patrimônio Natural

♥

Por que é um patrimônio?

Porquê eu amo esse planeta maravilhoso, uma pena ter m(b)ilhões de indivíduos que estão a destruindo.

RECUERDOS

Cuando salimos de nuestra zona de confort o simplemente una mudanza, un viaje largo, un cambio de 360º grados, genera en nosotros emociones y recuerdos que siempre están presentes. La siguientes historia relato como un recuerdo puede producir satisfacción o la sensación de volver a vivir el momento en la que posiblemente pensabas o creías que todo era perfecto.

La infancia es uno de los recuerdos que mas atesoro, fue una etapa donde jugar a las escondidas, a la muñecas, al café eran los mejores momentos. Cada vez que me acuerdo puedo sonreír y decir “No cambio mi infancia por nada”, y ahora con al edad de 24 años dirán “como sigues viendo la pelicular de la Sirenita, ya creciste” , por lo cual respondo si ya crecí pero no olvido que tengo una niña interior que me permite ponerme en los zapatos de los otras personas, creer en mi, ser quien soy sin la necesidad de fingir.

Otro de los mejores recuerdos es el siguiente:

Dos meses después de mi cumpleaños numero 10, mi familia y yo nos  mudamos a Acapulco por motivos laborales de mi padre, donde parte de mi infancia, toda la adolescencia y parte de mi juventud;  viví muchas cosas positivas. El quinto y sexto de primaria conocí personas que eran leales que hasta la fecha se siguen hablando o al menos se sabe que han hecho de su vida; la secundaria como la etapa de la rebeldía, a pesar del relajo mis compañeros en general fueron personas que defendían sus ideas, y la preparatoria fue la etapa que sigo recordando con mucha alegría, conocí nuevas personas  que sin importar el nivel económico, te trataban bien por igual, y me siento afortunada de haber conocido personas que nunca tuvieron la intención de hacer daño. simplemente eran ellos mismos. Algunos y algunas tiene un  buen trabajo, son casados o casadas y me da gusto saber que algunos de ellos son felices y luchan por seguir adelante.

Posteriormente, estudie comunicación y relaciones publicas, cuya carrera no terminé por ser de baja calidad. Entonces estudie para entrar a la UNAM a la carrera de Trabajo Social y fui aceptado lo cual implicaba mudar de ciudad, ambiente, personas. Y el camino  ha sido  difícil debido a situaciones de la vida que te ponen a prueba, te aterrizan a la realidad, sales de una burbuja, y un día piensas “Tuve que pasar esto, para poder valorar la vida, las personas que están cerca de mi, lo bendecida que soy por que mis planes de vida marchan bien”, “me caí, me levante con al frente en alto”.

Con lo mencionado anteriormente, quiero decir que  los recuerdos te permiten pensar en el camino que has recorrido, y mas cuando aprendiste de personas extraordinarios que te enseñaron la verdadera amistad, cuando mas oscuro está hay luz.

Ayer, iba caminando por una y en una de las casas vi un loseta exactamente igual a la casa de Acapulco, y me vino el recuerdo de estar en mi casa y disfrutar de las comodidades como la habitación, ir a tomar una siesta a la hamaca de terraza, caminar a la playa y sentir la brisa del mar.    Y es cuando digo “Ahora valoro más,amo más lo que hay en mi vida (mi vida, el amor hacia mí misma, mi familia, mis amigos, mi universidad, los libros, las oportunidades ) que tengo para crecer sin importar que los lujos de antes ya no existan”.

Los recuerdos son un elemento de la ventana cuya vista es el alma. Y el alma es la esencia de quién somos y como somos.

O PEQUENO PRINCIPE

…O essencial é invisível aos olhos…

A frase mais célebre do livro “O Pequeno Príncipe” é usada até hoje para ressaltar a importância dos sentimentos e do caráter no dia a dia e, como não poderia deixar de ser, tem importância crucial na animação O Pequeno Príncipe. Afinal de contas, a proposta maior deste novo trabalho do diretor Mark Osborne (Kung Fu Panda) não é propriamente reproduzir o livro escrito por Saint-Exupéry, mas sim captar sua essência. (adoro cinema)

113576

O livro O Pequeno Príncipe é um clássico não porquê praticamente todo o mundo já leu, isso a gente deixa para os Best Sellers, ele é um livro mágico pois pode ser lido em qualquer fase da vida que terá sentido e te fará chorar.

A animação não deixou a magia de lado e de forma genial juntou a vida cotidiana do século XXI (e o que fazemos de nossas crianças) e a história lúdica que nos faz refletir, e muito, sobre tantas coisas, inclusive, sobre nós mesmos.

A história (e o filme) mostra a mesmice que as pessoas vivem hoje em dia, e também como quem tenta fazer a diferença e age diferente é pré julgado e tratado como louco. Mostra também como a infância vem sido perdida ao decorrer dos anos com as crianças se tornando mais ‘Adultas’, porém, em pontos do filme (e história) mostra de forma indireta a curiosidade infantil com as milhares de questões que a protagonista faz.


FICHA TÉCNICA

  • Titulo original: The Little Prince
  • Diretor: Mark Osborne
  • Elenco: Mackenzie Foy, Jeff Bridges e Rachel McAdams
  • Duração: 106 minutos
  • Orçamento€ 60 milhões

SINOPSE

Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor que lhe conta a história de um pequeno príncipe que vive em um asteróide com sua rosa e, um dia, encontrou um aviador perdido no deserto em plena Terra.


AVALIAÇÃO

Trama: 4.7

Diretor: 4.6

Fotografia: 5.0

Trilha Sonora: 3.6

Efeitos gráficos: 5.0

Desfecho: 4.6


Ponto positivoA história pode ser contada em qualquer fase de sua vida que vai te fazer se emocionar. Não é atoa que é uma das histórias mais amadas de todos os tempos. A dublagem foi simplesmente sensacional e a gráfica do pequeno príncipe em stop motion deu o ar nostalgia (lembrando a obra do diretor “A fuga das galinhas”) com sua simplicidade. O filme, em momento algum se torna chato, e capta toda a essência do livro, não é por menos que, é o melhor filme de animação que eu já assisti. 
Ponto negativo: A trama gira em torno da pequena garota que se muda para a casa ao lado do aviador, talvez, poderia ter sido diferente, mas não foi algo tão ruim assim.
Nota: 4.6

UM INIMIGO DO POVO

O LIVRO

Um inimigo do povo foi publicado em Copenhague em 1882 e estreou no Teatro Nacional em Oslo em 13 de janeiro de 1883. Imediatamente foi traduzido para dezenas de línguas e quase simultaneamente foi encenado e publicado em quase toda a Europa, numa repercussão digna dos grandes autores franceses que monopolizavam a dramaturgia da época. A estréia em Paris foi marcada por grandes manifestações no teatro de apoio às idéias anarquistas. A enorme repercussão da peça motivou longos e apaixonados artigos do deputado socialista Jean Jaurès (1859-1914) e do deputado esquerdista e grande intelectual do seu tempo Georges Benjamin Clemenceau (1841-1929). Em 1898, voltou a ser apresentada em Paris em meio ao célebre processo Dreyfus, quando as sessões de Um inimigo do povo eram seguidamente interrompidas com aclamações de protesto contra o Estado e de apoio a Ibsen e Zola, que pontificava na época com seu célebre libelo libertário J’accuse a favor de Alfred Dreyfus.


SINOPSE

Esta peça é uma obra-prima sobre as contradições humanas e a falência do indivíduo diante da unanimidade. Mesmo diante da vontade de praticar o bem comum, o dr. Stockmann entra em choque com os interesses mesquinhos da cidade. Vítima da maioria e da unanimidade, o homem que queria salvar a cidade torna-se o inimigo do povo. Estas idéias de Ibsen aproximavam-se muito das idéias anarquistas que tinham amplo apoio de importantes segmentos intelectuais e políticos da sociedade da época. A peça é uma impiedosa crítica às elites, aos governos, aos partidos e ao pensamento único.


Na peça Um Inimigo do Povo, escrita pelo norueguês Henrik Ibsen no século XIX, vemos um homem com a coragem moral de manter sua integridade e convicção apesar da enorme pressão popular contra sua pessoa. Apesar dos exageros normais da dramaturgia, trata-se de um caso interessante de um pensador livre, um indivíduo apenas, combatendo a ignorância da maioria, e não cedendo nem mesmo sob o risco de completo isolamento e até falência pessoal.

O personagem central da peça, Dr. Stockmann, após descobrir que os famosos balneários da cidade estavam contaminados, esperava obter grande respeito e admiração por parte dos demais habitantes. Afinal, sua descoberta mostrava os riscos para a saúde de todos. Mas Stockmann ignorara os fatores políticos e econômicos, já que os balneários eram a principal fonte de renda da cidade. Aos poucos, mesmo seus supostos aliados, que declaravam apoio pela frente, o atacaram pelas costas, se voltando contra ele. Toda a cidade passou a repudiar o autor da infeliz descoberta, preferindo ignorar os fatos, como se assim estes pudessem, num passe de mágica, desaparecer. Dr. Stockmann agiu diferente, e mesmo que sozinho, sem apoio, escolheu a verdade, e enfrentou a maioria. Acabou tachado como um inimigo do povo, na tentativa de ajudá-lo.

Durante o tenso desenrolar da trama, Dr. Stockmann sofre inclusive a tentação de suborno, mas nada deixa ficar entre os fatos e sua convicção moral. Após refletir sobre a reação da maioria, Stockmann diz ter feito uma descoberta ainda mais importante que a poluição dos balneários. Seria a poluição moral da comunidade civil, calcada na mentira, na hipocrisia. Ele passa a considerar o maior inimigo da verdade como sendo a maioria compacta, que luta contra a razão individual. A covardia, a busca por interesses, o medo, tudo isso impede a verdadeira independência de pensamento, de busca da verdade. E com isso, Stockmann faz sua mais nova descoberta: o homem mais forte do mundo é aquele que se sustenta sozinho. Algo que nos remete ao recado de Schopenhauer, ao afirmar que “quem tem de produzir o bom e o autêntico e evitar o ruim tem de desafiar o juízo das massas e de seus porta-vozes e, portanto, desprezá-los”.

Parece claro que a inocência de Stockmann beira o absurdo, e que sua convicção confunde-se com fanatismo até. Nenhum jogo de cintura havia nele, nenhuma capacidade de flexibilidade. Stockmann simplesmente não jogaria o jogo político do mundo, não iria contemporizar. Cabe aqui nos questionarmos quem realmente consegue viver apenas afirmando a total verdade sobre tudo, sem um mínimo de hipocrisia, ou de “meias verdades”. Ou quem poderia ignorar por completo quaisquer interesses, ou opinião alheia. De fato, Aristóteles já havia dito que o homem é um “animal cívico”, que só se completa como homem na polis. Ele nos lembra que “aquele que não precisa dos outros homens, ou não pode resolver-se a ficar com eles, ou é um deus, ou um bruto”. Stockmann talvez tivesse obtido melhores resultados com meios menos puros, radicais. Na vida real, é muito raro encontrar alguém com tanta convicção moral e independência, a ponto de ignorar por completo a pressão da “massa ignorante”. Somos animais sociais, políticos.

Mas isso não anula, ao meu ver, a beleza e importância da mensagem de Ibsen. Confrontar a falsidade geral, fugir da necessidade de pertencer a um “rebanho de ovelhas”, tendo que aderir a um pensamento monolítico, faz-se crucial para qualquer indivíduo que ama a liberdade e a verdade. Não seguir uma ditadura do “politicamente correto”, não depender da aprovação alheia sempre, é um caminho necessário para pensadores livres. Colocar a verdade dos fatos acima dos interesses imediatos é fundamental para quem defende a honestidade. Mesmo que tal postura reduza o grau de “sociabilidade” do indivíduo algumas vezes. Mesmo que tais atitudes possam colocar um indivíduo íntegro como suposto inimigo do povo, que tantas vezes prefere ignorar a verdade a ter que enfrentá-la com coragem. No fundo, a Humanidade agradece a independência de pensamento desses raros e corajosos indivíduos. Pode ser um tanto idealista a imagem de um indivíduo seguro de si, convicto do seu dever moral, enfrentar tudo e todos para defender nada mais que a verdade. Mas é um idealismo que vale admirar, ao menos para reforçar o alerta contra a ditadura do consenso. Afinal, como nos dizia o dramaturgo brasileiro, Nelson Rodrigues, “a unanimidade é burra”.


11899877_1651160981789550_3861228228231588950_n

Análise feita por Rodrigo.

5 LUGARES PARA SE CONHECER ANTES QUE SUMAM DO MAPA

Que o planeta vem se transformando há milhões de anos desde que nasceu não é novidade alguma, mas o que poucas pessoas não sabem é que, muitos lugares lindos, verdadeiros pontos turísticos irão sofrer em breve com tais mudanças.

Mas antes desses locais sumirem, nós, amantes das viagens devemos conhecer alguns desses lugares antes de seus “destinos finais“.

O site tô longe de casa reuniu 10 lugares que mudarão completamente e podem desaparecer em menos de 100 anos, confira abaixo 5 deles.

Matéria completa, aqui.


Alpes Suíços

http://www.grandtourdasuica.com.br/regioes/lucerna.php

Sim, os famosos Alpes na Suíça correm o risco de drásticas. As diversas mudanças climáticas na região tem trazido uma séria de desafios para essa cadeia de montanhas. Devido a baixa altitude das montanhas comparadas a outras e o aumento da temperatura, as geleiras alpinas estão derretendo cada vez mais. Desde 1980 os Alpes Suíços já perderam mais de 20% de gelo e a estimativa é que ainda dure mais 40 anos até que ele acabe por completo.

Grande Barreira de Corais

Imagem: JC Photo / Shutterstock
Imagem: JC Photo / Shutterstock

E na costa leste da Austrália está uma das grandes atrações naturais do país, tão grande que é o único tipo de vida que é possível ver do espaço (até o momento), estamos falando da Grande Barreira de Corais com seus 344.400 km². Apesar de grande ela é muito frágil, por isso o aumento da temperatura, índice de poluição das água e a pesca ilegal são apenas alguns dos fatores que estão contribuindo para o fim deste lugar. Estima-se que em menos de 100 anos grandes mudanças já serão visíveis.

Mar Morto

10-lugares-que-ameaçam-mudar-ou-desaparecer-do-mapa-4
Imagem: Nickolay Vinokurov / Shutterstock

O Mar Morto é conhecido por todos por ser um lugar onde não há vida e onde nada afunda devido a quantidade de sal encontrado no lugar, mas em alguns anos ele pode fazer jus ao nome morto. A cada ano o lago perde cerca de 1 metro no nível de água, pois alguns países estão drenando o local. Estima-se que em 50 anos ele já estará seco caso a drenagem de água continue.

Madagascar

vacances-insolite-madagascar-kayak-plage

A ilha africana é um país com uma rica biodiversidade. O lugar conta com raríssimas espécies de animais e plantas que só vivem naquela região, mas o desmatamento descontrolado, queimadas e caça ilegal excessiva recorrente no país está acabando com tudo isso e podendo levar alguns animais a extinção. Caso esses ocorridos persistam o aspecto da ilha pode mudar em menos de 35 anos.

Ilhas de Malvinas

Imagem: Chumash Maxim / Shutterstock
Imagem: Chumash Maxim / Shutterstock

As ilhas tropicais com praias paradisíacas também correm o risco de desaparecer sobre as águas em alguns anos. As Maldivas é um dos países com a mais baixa altitude em relação ao nível do mar, de apenas 90cm. Se o nível dos oceanos continuar a subir, em menos de 100 anos todas as 1.200 ilhas podem ficar submersas.

MÚSICA DO DIA

– Eu que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando, foi justamente num sonho que ele me falou.:

Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado
Não falo de amor quase nada
Nem fico sorrindo ao teu lado

Você pensa em mim toda hora
Me come, me cospe, me deixa
Talvez você não entenda
Mas hoje eu vou lhe mostrar

Eu sou a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o medo de amar

Eu sou o medo do fraco
A força da imaginação
O blefe do jogador
Eu sou, eu fui, eu vou

Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!

Eu sou o seu sacrifício
A placa de contra-mão
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição

Eu sou a vela que acende
Eu sou a luz que se apaga
Eu sou a beira do abismo
Eu sou o tudo e o nada

Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra
Do fogo, da água e do ar

Você me tem todo dia
Mas não sabe se é bom ou ruim
Mas saiba que eu estou em você
Mas você não está em mim.

Das telhas eu sou o telhado
A pesca do pescador
A letra A tem meu nome
Dos sonhos eu sou o amor

Eu sou a dona de casa
Nos pegue pagues do mundo
Eu sou a mão do carrasco
Sou raso, largo, profundo

Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!

Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão

Eu!
Mas eu sou o amargo da língua
A mãe, o pai e o avô
O filho que ainda não veio
O início, o fim e o meio
O início, o fim e o meio
Eu sou o início
O fim e o meio
Eu sou o início
O fim e o meio

CANÇÃO: GITA

CANTOR: RAUL SEIXAS

COMPOSIÇÃO: PAULO COELHO E RAUL SEIXAS


VÍDEO

https://www.youtube.com/watch?v=yMq6gcbsZKM


ANÁLISE

Raul traduziu em poesia a onipresença* de Deus em toda as coisas.

Onipresença = Estar em todo lugar a todo instante

Não podemos entender o que é Deus, pois nos falta conhecimento. Mas podemos ter idéias exatas sobre como ele NÃO PODE ser.

Deus NÃO É um senhor de barba branca que irá julgar seus pecados e caridades feitas durante sua vida na Terra.

Deus é o criador e pela sua sabedoria infinita ele criou leis irrevogáveis (leis naturais, lei da existência, lei da causa e efeito), que nos dão a possibilidade de entendermos que todos nós somos irmãos nessa e em outras vidas. Aquele que infringir essas regras estará, por consequência natural, atrasando seu próprio desenvolvimento e aumentando suas dores. É como o aluno que repete de ano e precisa refazer a matéria. A dor é uma lei natural que serve apenas para nos ensinar. Ela machuca mas nos é benéfica. Se não sentíssemos dor nós morreríamos após se machucar gravemente e não percebermos isto. Machucaríamos uns aos outros com muito mais frequência também. Podemos dizer então que Deus está na dor, pois ele criou essa lei natural que nos protege.

Deus é infinito, onipresente, onipotente, soberanamente justo e bom. É misericórdia, é paz, é amor.

Em sonho, Deus responde para Raul por que o homem se queixa pelo fato de Deus não se fazer presente diante das injustiças do dia-a-dia.

Deus criou as leis da natureza. A natureza é constituído de energia. A energia é a matéria do pensamento. Nossos pensamentos são o resultado de nossa própria personalidade. Energia nunca se perde, apenas se transforma.

Deus –> Natureza –> Energia –> Pensamento –> Personalidade

Nossa personalidade baseada em energia nada mais é do que a alma, que resiste após a morte corporal. Baseada em leis naturais, essa alma se prende novamente a uma nova carne para continuar o processo de aperfeiçoamento.

ROTEIRO DE 15 DIAS NA ITÁLIA

Pegar a mochila, olhar para o mundo e decidir encará-lo, conhecê-lo, se encantar. É uma prática que vem se tornando muito comum ao decorrer dos anos. Por isso, hoje existe diversos sites onde viajantes trocam informações. Recentemente, no site Dubbi, vi uma rota de 15 dias pela Itália. Conhecer um dos destinos com a história que tem (Itália) é um desejo de consumo para muitos aventureiros, e com isso, a rota foi feita pela usuária Amaranta Damous.


ROTEIRO

As cidades visitadas são Roma (a cidade onde você chegará), e de lá, ira ao Sul, chegando a Pompeia. De Pompéia, subira mais ao norte para Valentano e assim seguira sua rota pelas cidades de Civita di Bagnoregio, Orvieto, Siena, Arezzo,  Florença, Pisa, Venezia, Verona e voltara para Roma para que você possa voltar para sua bela residência. (ou sair em uma nova jornada)

Total de cidades visitadas: 11

Distância a ser percorrida: 1980,8 km

Clique aqui para ver a imagem maior
Clique aqui para ver a imagem maior

DICA

Utilize os transportes públicos como os trens para economizar dinheiro! Tickets, aqui.

Faça o tour entre os meses de Março e Julho.


O QUE FAZER EM CADA CIDADE?

ROMA, , Itália

4429264802_bb60408fbd_o

Fique na cidade por volta de 3 dias.

Confira aqui um bom guia turístico que lhe da dicas do que fazer em 3 dias. Só seguir.

No terceiro dia, saia bem cedo de Roma em um trem, e de lá, siga para o sul, até chegar em Pompeii. A viagem de trem entre Roma e Nápoles pode durar de 1:45hs a 3:00hs, e o preço pode variar de 10,50 a 42,50 euros, dependendo do tipo de trem que escolher. O Primeiro trem regional (mais em conta) saí de Roma as 05:41hs e chega à Nápoles às 08:23hs


POMPEIA, , Nápoles, Itália

284699010_feda2a232d_b

Faça um bate volta! Chegue bem cedinho na cidade para extrair o máximo de experiência da mesma.

Aqui, um tour de um dia.


VALENTANO, , Viterbo, Itália

????????????????????????????????????

CIVITA DI BAGNOREGIO, , Bagnoregio, Viterbo, Itália

l1001523

ORVIETO, , Terni, Itália

8b1ffcaad6e82e01ca2449ac1c1edd00

Essas 3 cidades você pode fazer em 2 dias facilmente pois estão consideravelmente próximas umas das outras.

Em Valento-Civita di Bagnoregio você pode fazer boas caminhadas as margens do La Perla del Lago e aproveitar a culinária local. Já chegando em Orvieto, poderá ver novamente igrejas, museus e muita história. Um bom circuito de dois dias para aproveitar 3 belas cidades que infelizmente não são os principais destinos turísticos da Itália.  Beleza não irá faltar nessa rota!


SIENA, , Itália

5564236279_ffb4913a16_b

Quem nunca ouviu falar dos vinhos de “Sena”? Eu já! E para chegar na cidade, talvez seja melhor ser você alugue um carro se locomover! A cidade está a 1h30 minutos de Florença, e o trem fica muito afastado do centro histórico da cidade.

Aqui está uma dica do que fazer na cidade em um dia.

Aqui também!


AREZZO, , Itália

antique_market

Fica entre Siena e Florenza, e se, você se programar corretamente pode chegar no evento mais importante do ano, que mexe com as emoções das pessoas no centro histórico de Arezzo: a cidade se divide em quatro times de cavaleiros, e as torcidas são animadas. A festa ocorre no terceiro sábado de junho e no primeiro domingo de setembro.


FLORENÇA, , Itália

Stitched Panorama

Se caminharmos mais 70km, chegaremos a bela cidade da arte de Florença! O ponto alto para quem curte (e muito) a arte renascentista! A cidade está cheia disso, tem até nudez em estátua! 😮 (haha)

Dedique ao menos dois dias para conhecer Florença. No primeiro dia, explore o Duomo e o Batistério, visite a Accademia, tome um café na Piazza della Signoria e caminhe pela Ponte Vecchio. No segundo, chegue bem cedo para conhecer a Galleria degli Uffizi, reservando ao menos 3 horas para conhecer suas obras de arte. O Bargello, o Museu da Ópera, o Palácio Pitti e a Capela dos Médici em San Lorenzo são algumas das muitas opções para visitar durante a tarde. Ou simplesmente, perca-se pelas ruas da cidade ou dê um jeito de ficar mais tempo por aqui.


PISA, , Itália

https://c1.staticflickr.com/3/2803/4119503693_4d3f2f6f01_b.jpg

Aqui você fica um dia, conhece a torre e pode ir embora! Brincadeirinha.

Ao invés de apenas tirar uma foto, tente conhecer novas pessoas e suas histórias. É timido e não sabe como fazer algum amiguinho em viagens?!  Faça isso aqui, você sem dúvidas ganhara um colega (ou um inimigo mortal)

Mais do que fazer em um dia. Aqui


VENEZIA, , Veneza, Itália

281675_Papel-de-Parede-Canal-de-Veneza_1680x1050

Veneza é um labirinto de pequenos e grandes canais espalhados pela laguna no nordeste da Itália. Aqui você encontrará grandes museus como o Accademia, o Ca’Rezzonico, o Peggy Guggenheim ou o Punta della Dogana. O destaque, porém, está mesmo no entorno da Piazza San Marco, com sua magnífica basílica, o farol-campanário e o Palazzo Ducale, o elegante edifício dos poderosos doges da República Veneziana. Não perca também bons passeios a pé em Dorsoduro, Murano, Burano e na pequena San Giorgio Maggiore. Ah, e claro, um passeio de gôndola.

Dicas de lanches, hostels, como circular e mais aqui.


VERONA, , Itália

9820081475_9cc65e5671_b

E para encerrar seu mochilão inesquecível, vamos concluir na cidade de Verona, conhecida pela história, não a sua, mas sim a de Shakespeare, que acertou em cheio ao escolher esse local! Romeu e Julieta e o terceiro anfiteatro mais antigo do país, são duas coisas que o aguardam aqui.

Dicas de onde ir, aqui.


DICAS

http://www.turistaprofissional.com/indice-de-posts-italia/

http://viajeaqui.abril.com.br/paises/italia

PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU

Boa noite, queridos monstrinhos.

Foi solicitado pelo docente Elias um trabalho sobre os patrimônios brasileiros da UNESCO. Escolhi algo relacionado a um lugar que gostaria muito de conhecer desde os 10 anos, as cataras de Foz do Iguaçu.

Vou contar sobre o local e publicar minha pequena pesquisa.


O PARQUE:

Foi criado em 1939, e abriga o maior remanescente de floresta Atlântica (estacional semidecídua) da região sul do Brasil.

O Parque protege uma riquíssima biodiversidade, constituída por espécies representativas da fauna e flora brasileiras, das quais algumas ameaçadas de extinção, felinos como a onça-pintada e o puma, repteis como o jacaré-de-papo-amarelo, e aves como o papagaio-de-peito-roxo e gavião-real. Mas o parque não abrange apenas animais, abrange também outros seres vivos, tais como as árvores peroba-rosa e araucária, além de muitas outras espécies de relevante valor e de interesse cientifico.

Tem mais de 600 mil hectares (1 hectare equivale a 10.000 metros²) em área protegida e 400 mil em florestas ainda primitivas. Responsabilidade ímpar para ações conjuntas entre brasileiros e argentinos nos esforços de preservação deste tão importante patrimônio mundial.

Como dito que os argentinos também tem importância na preservação do patrimônio, não é por acaso. Os limites do parque estendem-se até a Argentina, onde ficam outros 67 mil hectares. Lá, o meio de transporte é um trem que leva a dois circuitos – o Inferior, com 1.700 metros e passarelas que seguem junto às quedas até o nível d´água; e o Superior, com 650 metros e pontes suspensas que revelam uma visão completa do conjunto das cataratas. Os dois roteiros terminam à beira da maior e mais emocionante das quedas: a Garganta do Diabo. Com 90 metros de altura, é um dos cartões-postais da região abençoada. O lado argentino é mais rústico que o brasileiro, com mais trilhas para caminhadas.

QUANDO E PORQUÊ FOI CONSIDERADO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE?

Devido a essa expressiva variabilidade biológica somada à paisagem singular de rara beleza cênica das Cataratas do Iguaçu, fizeram do Parque Nacional do Iguaçu a primeira Unidade de Conservação do Brasil a ser instituída como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO, no ano de 1986.

VISITANTES

  • Lado Brasileiro
    Julho (2015): 175.638 visitantes
    Julho (2014): 136.631 visitantes
  • Lado Argentino
    Julho (2015): 173.665 visitantes
    Julho (2014): 101.608 visitantes

SOBRE AS CATARATAS DO IGUAÇU

Principal cartão-postal de Foz, as 275 quedas do Rio Iguaçu são consideradas uma das maiores belezas naturais do planeta. Tombado como um Patrimônio da Humanidade, o Parque Nacional e seus atrativos ficam ainda mais impressionante nos meses de dezembro e janeiro, quando o volume de água é maior. Para apreciar as paisagens que se espalham por uma área de 186 mil hectares há diversos mirantes, passarelas panorâmicas e muita estrutura para receber a visita de quem realmente aprecia a beleza da natureza.

CURIOSI…DADE

  • Iguaçu tem o significado em tupi guarani de Água Grande.
  • Alvar Nuñes foi o primeiro europeu a encontrar as cataratas em 1542, um líder do Paraguai.
  • 185.262,20 hectares, e esta a 5 KM do aeroporto de Foz.
  • Seu bioma é a Mata Atlântica e conserva um dos maiores trechos da vegetação original da eco região da Floresta Atlântica do Alto Paraná, hoje, reduzida a 2.7% de sua cobertura original. (No Brasil)
  • Mais de 250 espécies de borboletas, 800 mamíferos, 45 anfíbios, 18 peixes, 200 aves e dezenas de répteis.
  • o Parque Natural confina com 14 municípios. Foz do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Céu Azul, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Santa Tereza do Oeste, Capitão Leônidas Marques, Capanema e Serranópolis do Iguaçu.

REFERÊNCIAS

MÚSICA DO DIA

Daqui do morro dá pra ver tão legal
O que acontece aí no seu litoral
Nós gostamos de tudo, nós queremos é mais
Do alto da cidade até a beira do cais
Mais do que um bom bronzeado
Nós queremos estar do seu lado

Nós ‘tamo’ entrando sem óleo nem creme
Precisando a gente se espreme
Trazendo a farofa e a galinha
Levando também a vitrolinha
Separa um lugar nessa areia
Nós vamos chacoalhar a sua aldeia

Mistura sua laia
Ou foge da raia
Sai da tocaia
Pula na baia
Agora nós vamos invadir sua praia

Agora se você vai se incomodar
Então é melhor se mudar
Não adianta nem nos desprezar
Se a gente acostumar a gente vai ficar
A gente tá querendo variar
E a sua praia vem bem a calhar

Não precisa ficar nervoso
Pode ser que você ache gostoso
Ficar em companhia tão saudável
Pode até lhe ser bastante recomendável
A gente pode te cutucar
Não tenha medo, não vai machucar

Mistura sua laia
Ou foge da raia
Sai da tocaia
Pula na baia
Agora nós vamos invadir sua praia

Mistura sua laia
Ou foge da raia
Sai da tocaia
Pula na baia
Agora nós vamos invadir sua praia

CANÇÃO: NÓS VAMOS INVADIR SUA PRAIA

BANDA: ULTRAJE A RIGOR

COMPOSIÇÃO: ROGER MOREIRA


VÍDEO

https://www.youtube.com/watch?v=VJNill3YOcs


ANÁLISE

Daqui do morro dá pra ver tão legal

Morro, onde mora o povão
O que acontece aí no seu litoral

Litoral, onde estão os mais ricos, no caso, os poderosos
Nós gostamos de tudo, nós queremos é mais

Gostam de tudo (morro e praia), mas quer mais: quer tudo, não quer ficar por baixo
Do alto da cidade até a beira do cais

Enfim, quer tudo
Mais do que um bom bronzeado, nós queremos estar do seu lado

Nessa estrofe ele explica que não quer se bronzear, quer estar aonde os poderosos estão
Nós ‘tamo’ entrando sem óleo nem creme

Vão pra guerra, não vai ter pena
Precisando a gente se espreme

Se espreme, vai pra porrada com o governo
Trazendo a farofa e a galinha levando também a vitrolinha

O povo vai levar os seus costumes para o poder
Separa um lugar nessa areia, nós vamos chacoalhar a sua aldeia

Chacoalhar a aldeia, vai ter uma revolução
Mistura sua laia ou foge da raia

Se junte pra tentar combater a gente ou vá embora
Sai da tocaia

Venha pra cima
Pula na baia, agora nós vamos invadir sua praia

Vamos invadir a praia, no caso, o governo
Agora se você vai se incomodar então é melhor se mudar

Se não quer o povo no poder vá pra outro país
Não adianta nem nos desprezar

Não despreze o povo
Se a gente acostumar a gente vai ficar

O povo vai ficar no poder
A gente tá querendo variar

Quer mudar, é hora do povo governar
E a sua praia vem bem a calhar

E o poder é um bom lugar para o povo
Não precisa ficar nervoso pode ser que você ache gostoso

O governo do povo poderá ser bom, não tenha medo
Ficar em companhia tão saudável pode até lhe ser bastante recomendável

Pode ser bom, porquê vai ser o governo para todos
A gente pode te cutucar, não tenha medo, não vai machucar

O povo não vai ser repressor, como os militares, não vai devolver com violência

V.T RIO DE JANEIRO. + SELFIEBOOK

Tudo em literalmente um dia.

Boa tarde meus monstrinhos. Nesse final de semana, eu e o grupo de Tec. em Guia de Turismo do SENAC fomos a cidade maravilhosa. Lá aconteceu de tudo, coisas boas e ruins, muitos imprevistos!

Dormimos no hotel villa rica (um hotel razoável) e passamos o dia acordados (das 3 as 1:30 da madrugada)! Uma bela maratona que você pode ler agora!


Saímos do SENAC as 4:20 da manhã, chegamos ao VCP as 5:10 da manhã e embarcamos para o nosso voo as 6:50 da manhã, o voo levou 40 minutos para chegar até seu destino. Tudo ocorreu sem nenhum problema.

Avaliação do Aeroporto + Avião + Ônibus

  • Local
    Aeroporto Santos Dumont e Viracopos
  • História
    Excelentes, o primeiro aeroporto civil do país (SDU) e um aeroporto cuja história de seu nome é bem diferente (VCP)
  • Geografia
    Destaque ao SDU que está a beira do mar.
  • Guia
    Do VCP deu uma explicação excelente sobre a cidade e o local, do SDU foi bom, passou o básico.
  • Limpeza
    VCP estava boa, porém o SDU estava precária na parte dos sanitários.
  • Infraestrutura
    Regulares, VCP está em vias de obras (um segundo aeroporto), e SDU se mostrava um pouco confuso com as placas e banheiros.

VCP = Viracopos

SDU = Santos Dumont.


1ª.  Passeio Público

  • Ponto Turístico
    Passeio Publico
  • Relatório em resumo
    A 3 minutos do aeroporto fomos informados que estávamos em frente ao passeio público (um dos pontos comentados pelo professor Ricardo).
    Solicitamos a parada da Van e descemos para dar uma breve olhada (5 minutos).
  • A primeira sensação que tive foi sem dúvida nenhuma o odor que bateu em minha face. Era um cheiro bem forte. Minha segunda sensação foi aqueles belos jardins junto de uma estátua do Mestre Valentim.
  • História
    Boa, foi o primeiro parque jardinado do país.
  • Geografia
    Boa, o local esta em um um relevo plano com um clima tropical.
  • Guia
    Boa, soube explicar resumidamente sobre o parque e o Mestre Valentim.
  • Limpeza
    Ruim, o local estava em obras e tinha resíduos no chão.
  • Infraestrutura
    Regular, estavam em obras.
  • Ponto positivo
    A história do local.
  • Ponto negativo
    A primeira impressão, um odor muito forte para um visitante que não está acostumado.
  • Voltaria?
    Voltaria para o local quando as obras estivessem concluídas.
Passeio Público!
Passeio Público!
Passeio Público!
Passeio Público!
Passeio Público!
Passeio Público!

2ª Arcos da Lapa

Tirada com Lumia Selfie
Tirada com Lumia Selfie
3
Panorâmica da Diana!
  • Ponto Turístico
    Arcos da Lapa
  • Relatório em resumo
    Um lugar muito bonito e chamativo, sua história bem interessante me deu um olhar ainda mais crítico. Por se tratar de uma “réplica”, o Aqueduto da Lapa se torna chamativo e um ponto de referência ao bairro. Foi muito bem explicado pelo guia e chegamos sem nenhuma dificuldade.
    A primeira sensação que tive foi sem dúvida nenhuma (novamente) o odor que bateu em minha face. Era um cheiro bem forte. A segunda impressão foram os homens que estava entre os arcos tentando nos chamar de algo do tipo “Majin Boo preto”, portanto, a impressão que ficou do local foi um pouco ruim por mais interessante que fosse.
  • História
    Bem interessante, faz parte da cidade desde o século 18..
  • Geografia
    Regular, o local era em um relevo plano e tinha leves brisas.
  • Guia
    Bom, contou claramente sobre o ponto.
  • Limpeza
    Ruim, o local estava sujo e com algumas pixações.
  • Infraestrutura
    Boa, o ponto é bem chamativo e mantem os traços históricos.
  • Ponto positivo
    A história do local e a estrutura.
  • Ponto negativo
    O Cheiro e dois homens que nos dirigiu algumas palavras mais agressivas.
  • Voltaria?
    Voltaria para o local, é algo que esta com a cidade a séculos e é bem interessante.

3ªEscadaria Selarón

4.1
Escadaria Selarón
  • Ponto Turístico
    Escadaria Selarón
  • Relatório em resumo
    Era um lugar que eu estava realmente ansioso para conhecer. A história dela por mais bela que tivesse sido, teve um final muito trágico. O artista Jorge Selarón que morreu em sua própria obra nos proporcionou uma realidade mundial e humana, a depressão e a violência.
    O local em si é muito bonito, e o cheiro já não era tão forte, a primeira impressão foram as cores da bandeira do Brasil e Chile, uma bela sacada do artista. O local estava recebendo alguns poucos turistas e a explicação da guia foi algo a parte. Infelizmente, este ponto estava sujo também.
  • História
    É algo muito recente, daria bons contos aos turistas.
  • Geografia
    Boa, afinal, mais acima da escadaria se encontrava um morro
  • Guia
    Foi bem, mas passou uma ou outra informação equivocada.
  • Limpeza
    Ruim, o local estava sujo.
  • Infraestrutura
    Ruim, o acesso é mais difícil.
  • Ponto positivo
    A beleza da escadaria.
  • Ponto negativo
    O Cheiro e o que acontece a noite.
  • Voltaria?
    Voltaria para o local, é pouco movimentado e tranquilo no período da manhã.

4ª. Catedral São Sebastião

4

5.2 5.1 5

  • Ponto Turístico
    Catedral São Sebastião
  • Relatório em resumo
    Sua forma de pirâmide maia é um tanto quanto chamativa me deu bons olhares, e por dentro, é tão belo quanto por fora.
  • História
    Boa, para um turismo religioso, seria um dos pontos altos da cidade.
  • Geografia
    Boa.
  • Guia
    Bom.
  • Limpeza
    Bom, o local estava limpo.
  • Infraestrutura
    Bom
  • Ponto positivo
    A forma da catedral e sua história.
  • Ponto negativo
    O barulho da cidade.
  • Voltaria?
    Voltaria para o local dependendo do turista e do roteiro feito, é uma boa sacada caso for ao pão de açúcar.

5ª. Confeitaria Colombo

Confeitaria Colombo
Confeitaria Colombo
Confeitaria Colombo
Confeitaria Colombo

6.2

  • Ponto Turístico
    Confeitaria Colombo
  • Relatório em resumo
    Foi muito rápido, porém, havia muitas guloseimas que eu gostaria de ter provado, estava bem tumultuado devido a gravações do PROJAC.
  • História
    Muito boa, tem mais de um século e é reconhecida internacionalmente como um dos pontos mais importantes do Rio de Janeiro
  • Geografia
    Regular.
  • Guia
    Bom
  • Limpeza
    Bom, o local estava consideravelmente limpo.
  • Infraestrutura
    Boa, fácil acesso.
  • Ponto positivo
    Por dentro é um dos lugares mais belos da cidade, sem mais.
  • Ponto negativo
    PROJAC querendo ser o dono da cidade, a grosseria deles é algo ó…
  • Voltaria?
    Voltaria para o local independente do turista.

6ª. Av. Rio Branco e Centro Histórico

Tirada com Lumia Selfie
Cine Odeon
#JediCon2015RJ
#JediCon2015RJ
#JediCon2015RJ
#JediCon2015RJ
Arco do Telles
Arco do Telles
  • Ponto Turístico
    Av. Rio Branco e Centro Histórico
  • Relatório em resumo
    Um lugar bem nostálgico para todos aqueles que gostam de história.
  • História
    Excelente, obras de todos os tipos e séculos em um só lugar, ligadas a um futuro próximo como os VLT’s.
  • Geografia
    Regular, o clima era tropical e o sol das 10 sobre a minha cabeça, não é o meu favorito.
  • Guia
    Bom.
  • Limpeza
    Regular, o local estava consideravelmente limpo.
  • Infraestrutura
    Boa, fácil acesso.
  • Ponto positivo
    A história e o Darth Vader.
  • Ponto negativo
    As obras e o trânsito (semáforo e alto número de carros)
  • Voltaria?
    Voltaria somente em alguns pontos e dependente do público que eu fosse guiar.

7ª. Sambódromo Marquês de Sapucaí

  • Ponto Turístico
    Sambódromo Marquês de Sapucaí
  • Relatório em resumo
    Um lugar bem árido. Conta muito dos traços da cidade do Rio de Janeiro, sua cultura e como foi sendo desenvolvida com o ritmo musical samba. Os desfiles, foi um bom aprendizado para mim, ainda mais após a pergunta do meu professor. Irá sediar as provas de arco e flecha nas olimpíadas do ano de 2016.
  • História
    Ótima, quando há desfiles no local, é apontado muito dos traços cariocas.
  • Geografia
    Ruim, a coloração cinza e típica do arquiteto Niemeyer torna o local mais quente do que realmente é.
  • Guia
    Bom, mas como alguns outros foi interrompido enquanto estava bem alinhado na explicação. Auxiliou visitantes internacionais que não eram de seu grupo.
  • Limpeza
    Bom.
  • Infraestrutura
    Boa, pode receber milhares de turistas no dia.
  • Ponto positivo
    A história e quem a projetou.
  • Ponto negativo
    O clima e as interrupções.
  • Voltaria?
    Voltaria apenas em época de carnaval, em outras épocas, seria apenas um passeio panorâmico.

Não tirei fotos pois eu estava guiando.


7ª. Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)

Maraca, o templo do futebol!
Maraca, o templo do futebol!
Maraca, o templo do futebol!
Maraca, o templo do futebol!
  • Ponto Turístico
    Maracanã
  • Relatório em resumo
    Um estádio que trás péssimas lembranças aos torcedores canarinhos, mas que trás ótimos momentos de nostalgia aos amantes do futebol. Um lugar que atraí visitantes do mundo todo, trás diversos atrativos.  Após a reforma para se manter no padrão FIFA, o estádio ficou ainda mais belo.
  • História
    Boa, sediou duas finais da copa do mundo.
  • Geografia
    Regular, nada que o diferenciasse dos demais pontos da cidade.
  • Guia
    Bom, explicou brevemente sobre o ponto e demonstrou apego ao assunto.
  • Limpeza
    Ótimo, estava bem limpo.
  • Infraestrutura
    Boa, pode receber milhares de turistas em dia de jogo.
  • Ponto positivo
    A história que o estádio nos trás.
  • Ponto negativo
    O clima e as interrupções.
  • Voltaria?
    Sem dúvidas voltaria, um lugar muito que poderia receber tudo e todos.

8ª. Praias e Lagoa Rodrigo Freitas

Mirante do Leblon
Mirante do Leblon
Tamara
Tamara
18
Queria entrar na água.
  • Ponto Turístico
    Lagoa Rodrigo Freitas, Leblon, Copacabana e Ipanema
  • Relatório em resumo
    Um dos 3 pontos mais bonitos e encantadores da cidade, o cheirinho do mar sendo trazido pela brisa do vento litorâneo, o som das ondas morrendo nas pedras e praias… Turistas de todos os cantos do país e do mundo, a praia e os bairros são chamativos por suas belezas. Já a lagoa Rodrigo Freitas, esta sendo preparada para sediar as Olimpíadas de 2016.
  • História
    Regular, a unica referencia é as grandes navegações.
  • Geografia
    Excelente, o horizonte, as ilhas, a areia…
  • Guia
    Bom, explicou brevemente sobre o ponto e demonstrou apego ao assunto.
  • Limpeza
    Ótimo, estava bem limpo.
  • Infraestrutura
    Boa, pode receber milhares de turistas em dia de jogo.
  • Ponto positivo
    A beleza natural das praias.
  • Ponto negativo
    A sujeira e o cheiro do mirante.
  • Voltaria?
    Só na lagoa, na questão das praias, levaria meus clientes para locais mais tranquilos.

9ª. Almoço

  • Restaurante
    Apetito, Copacabana
  • Relatório em resumo
    Por fotos é mais bonito do que pessoalmente.
  • História
  • Geografia
  • Guia
    Regular, não foi claro.
  • Limpeza
    Regular, o banheiro estava sujo.
  • Infraestrutura
    Boa, pode receber algumas dezenas de clientes.
  • Ponto positivo
    O site.
  • Ponto negativo
    A comida não é tão boa, e o preço das sobremesas são bem salgados.
  • Voltaria?
    Não.

10ª. Jardim Botânico

21.2 21.4

  • Ponto Turístico
    Jardim Botânico
  • Relatório em resumo
    Um dos 3 lugares mais bonitos da cidade também. O verde dominante, os animais vivendo em perfeita harmonia com os bichos do parque, as exposições fotográficas da globo news e homenagens ao Mestre Valentim. A sensação de felicidade sem motivo era enorme.
  • História
    Boa, vem desde os tempos dos reis e rainhas portugueses.
  • Geografia
    Excelente, a vegetação centenária, a vista do Corcovado, os caminhos, um lugar ideal para um pic-nic.
  • Guia
    Bem, passou as informações mais interessantes do parque.
  • Limpeza
    Ótimo, o lugar é bem limpo.
  • Infraestrutura
    Boa, pode receber os clientes de forma sustentável.
  • Ponto positivo
    O local em si, a calma, os animais, quase perfeito.
  • Ponto negativo
    O dano as árvores que alguns visitantes causam com um canivete.
  • Voltaria?
    Sem sombra de dúvidas! Voltaria sim.

11ª. Corcovado

!!!
!!!
Corcovado com os mais lindos. ♥
Corcovado com os mais lindos. ♥
  • Ponto Turístico
    Corcovado, Cristo Redentor.
  • Relatório em resumo
    A segunda maior réplica do Cristo no mundo, é um ponto que atraí milhões durante o ano. Sempre cheio aos fins de semana, uma boa pedida seria ir no meio da mesma com seus clientes, e em baixa temporada fica melhor ainda. A 709 metros do nível do mar, o acesso é um pouco mais complicado, mas nada impossível. Os preços para levar uma lembrancinha a alguém querido é do tamanho da beleza da cidade, um pouco salgado, mas… é sempre bom levar alguma recordação.
  • História
    Excelente, como foi construída, do que é feito, as referências, bem interessante.
  • Geografia
    Excelente, no morro do corcovado com a visão panorâmica da cidade do Rio de Janeiro.
  • Guia
    Ótimo, passou boas informações sobre o ponto, sem estender demais.
  • Limpeza
    Regular, muitos turistas deixam resíduos por onde passam.
  • Infraestrutura
    Boa, mas não para a demanda que recebe, deveria ser melhor monitorado.
  • Ponto positivo
    A vista lá de cima é linda.
  • Ponto negativo
    O preço das coisas e a hiper lotação nos finais de semana não torna o turismo nem um pouco sustentável.
  • Voltaria?
    Sim, mas não em um fim de semana.

12ª. Pão de Açúcar

26 27 28

  • Ponto Turístico
    Morro da Urca e Pão de Açúcar.
  • Relatório em resumo
    O melhor ponto da cidade e de todo o roteiro. Lá em cima me sentia invencível, me sentia feliz, sentia que todos os problemas haviam sumido. Os bondinhos que balançam, a recepção e o serviço oferecido faz com que o dinheiro investido valha a pena. A vista para a cidade (principalmente a noite) era perfeita, me senti feliz sem ter um motivo concreto, e isso é a forma mais autêntica de felicidade.
  • História
    Excelente, foi o ponta pé inicial do turismo na cidade e talvez no país.
  • Geografia
    Excelente, o mar, os morros, o clima, as brisas, tudo perfeito.
  • Guia
    Excelente, foi clara e objetiva.
  • Limpeza
    Ótima, quase não vi sujeira no local.
  • Infraestrutura
    Ótima, não havia muita gente e estava bem tranquilo. Pode trazer até 180 pessoas por hora, é bastante mas, o local é bem adaptado para isso. Um cego também pode se guiar por lá com as identificações no chão.
  • Ponto positivo
    A vista lá de cima é perfeita.
  • Ponto negativo
    O preço das coisas é o olho da cara.
  • Voltaria?
    Sim, em qualquer roteiro que fizesse.

By Night

30

Minha namorada.
Minha namorada.
  • Ponto Turístico
    Rio Scenarium, na Lapa
  • História
    Boa, dentro do lugar mostra os aspectos do samba e sua influencia na criação da cidade.
  • Geografia
  • Guia
    Bom, deus as informações e nos liberou para curtir.
  • Limpeza
    Ótima, quase não vi sujeira no local.
  • Infraestrutura
    Boa, o ponto negativo é a dificuldade de locomoção quando o lugar esta cheio.
  • Ponto positivo
    Dentro do local é muito lindo, cheio de decorações, típico Brasileiro.
  • Ponto negativo
    O preço das coisas é o olho da cara.
  • Voltaria?
    Depende, tem lugar que é grátis e mais gostoso para um determinado tipo de público.

Mais sobre o roteiro, aqui.